Páginas

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Aulas de Yoga por Doação


Uma reflexão sobre Gurudakshina
Por Parmatma Cris



O que é estar transbordando de sat-chit-ananda (verdadeira plenitude) a tal ponto, que compartilhar se torna quase uma necessidade nessa matemática espantosa em que quanto mais verdadeiramente uma pessoa se dá à vida, mais plena se torna?

Esse foi o meu primeiro aprendizado na pele e no dharma (dever) de yogini pra valer. Quando me mudei para a Índia, pedi duas coisas à vida na certeza de que viriam: bons mestres e que eu pudesse aprender o que eles me transmitissem.

Minha querida mestra apareceu logo. Mataji, a grande Mãe de voz doce e olhos brilhantes, logo apareceu e com muito amor me ensinou sobre a arte de gurudakshina, ou a relação de troca entre um chela (aprendiz) e um guru (mestre).

Ao contrário do que imaginava, Mataji não tinha somente kriyas (purificações), pranayamas (exercícios respiratórtos) e mantras maravilhosos para compartilhar. Seu trabalho me fazer descobrir qual o único e verdadeiro mestre em meu coração e no coração de cada ser que encontrasse.

Logo me tornei parte da equipe de professores do ashram, e ali começava meu sabático e verdadeiro aprendizado.

Na entrada da sala de Yoga havia uma urna onde as pessoas podiam doar o que achassem justo e correto pela prática e todas as doações que recebíamos dos alunos eram destinadas aos projetos sociais e à manutenção do ashram. Assim, tive acesso à plenitude do desapego, pois, mesmo que eu tivesse um aluno ou 40, meu sustento não dependia disso.
 
Mataji sempre me levava à seguinte reflexão: para que estamos aqui, nós yoginis e yogis, afinal? O Yoga é uma revolução interna que só se faz verdadeira se for do indivíduo (microcosmo) ao todo. É uma revolução que, como diz o professor Hermógenes, pede que despertemos em nós mesmos entrega, confiança, aceitação e gratidão, de verdade. 

Entrega, ao lembrarmos que há uma força criativa, inteligente e de amor que conduz nossa caminhada plenamente quando colocamos nosso ego individual a serviço da criação, lembrando que nossos dons criativos não são nossos, e que seja qual for nossa intenção, a entregamos para um bem maior, já que a realização de nossa felicidade pessoal e a felicidade do mundo são uma única e mesma vibração.


Confiança na certeza de que todas as nossas necessidades verdadeiras são atendidas a partir do mais puro princípio de amor que vibra em toda a existência.

Aceitação do presente de cada momento e de cada sopro precioso de vida, assim como aceitação da nossa luz e da nossa sombra. Aceitação também de cada situação agradável ou revoltante em que nos encontremos como um grande mestre em potencial, sempre nos lembrando da eterna dança de mudanças e possível transcendência dentro e fora de nós.

E gratidão. Simplesmente gratidão... O céu é o limite da lista que podemos criar aqui.

É nesse espírito de “entrego, confio, aceito e agradeço” que vários professores aqui em São Paulo têm feito o movimento para que mais pessoas possam ter acesso às práticas de Yoga, abrindo suas aulas por doação, ou como tradicionalmente na Índia, no princípio de gurudakshina.  


Para mim, além de ser um meio de convidar cada praticante a ter acesso às práticas de Yoga, escolhendo ser responsável por retribuir com o que verdadeiramente pode pagar pela prática, é uma maneira de nos tornarmos todos corresponsáveis por despertar em nossa ética esses valores essenciais de “entrego, confio, aceito e agradeço”.

Aproveite as aulas por doação espalhadas pela cidade para que possamos nutrir essa troca e parceria bonita entre os espaços de Yoga que abrem espaço para isso, professores e alunos.

Cursos relacionados:
Aula de Surya e Chandra Namaskar e Ritual de Kundalini Mantras
Data: 12 de outubro
Horário: 10h as 12h30
Local: Yoga Flow CIYMAM (SP)
Informações AQUI.

Prática dos 5 Ritos Tibetanos ao som de Luciano Sallun
Data: 15 de outubro
Horário: 10h30 as 12h30
Local: Yoga Shivalaya (SP)
Informações AQUI

Parmatma Cris é hatha iogue e foi bailarina pela Royal Academy de Londres até a adolescência. Há 15 anos Cris se aprofunda no caminho do Yoga, dança, antropologia e meditação. Shakti yogini iniciada em diversas vertentes do Yoga, foi professora residente do ashram Parmarth Niketan, de Rishikesh (Índia), onde conduziu práticas de Hatha e Kundalini Yoga, Cinco Ritos Tibetanos e Advaita Vedanta sob a orientação da Yogacharia Sadhavi Adha Saraswati. Recebeu os ensinamentos de Kalachakra Lagutantra diretamente de SS o Dalai Lama após períodos de silêncio em retiros de Vipassana em Dharamsala. Há três anos residindo no Brasil, após ter se aprofundado nos conhecimentos e técnicas dos Cinco Ritos Tibetanos com monges, iogues, amigos e mestres na Tailândia, Índia, EUA e Europa, Parmatma Cris vem desenvolvendo uma linguagem única à prática dos Cinco Ritos Tibetanos e Vinyasa Flow.


Um comentário:

  1. Olá,

    Quais serão dias,aula doação,em novembro?

    grta

    Simone

    ResponderExcluir